Vacinas: veja doses, eficácia, preços e desvantagens de imunizações contra a Covid-19

 Escrito por , 

Sistema de saúde brasileiro aguarda resultados de ensaios clínicos e aprovações da Anvisa


Inglaterra, Rússia e China fazem parte do grupo de cerca de 50 países que já iniciaram a imunização contra a Covid-19. No Brasil, o sistema de saúde aguarda resultados de ensaios clínicos e aprovações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar a aplicação, prevista ainda para o primeiro trimestre deste ano.

O período ainda é de incertezas. E o Sistema Verdes Mares reuniu algumas das principais dúvidas que ainda permeiam o assunto, a fim de saná-las enquanto o período de imunização não se inicia no Brasil. Confira: 

Quantas vacinas estão em desenvolvimento?

De acordo com o panorama da Organização Mundial da Saúde (OMS), atualizado em 17 de dezembro de 2020, há 232 vacinas em desenvolvimento em todo o mundo. Desse total, 172 candidatas estão em fase pré-clínica de pesquisa e 60 em fase clínica.

Quais vacinas estão em estágio mais avançado?

A Anvisa ainda não autorizou o uso de nenhum imunizante no Brasil. Em todo o mundo, a maior parte dos países aderiu à da Pfizer, que foi aprovada por autoridades sanitárias do Reino Unido e dos Estados Unidos. A agência regulatória americana também já autorizou o uso da Moderna. Na Rússia e na Argentina, a aplicação desde dezembro é da Sputnik V.

Quais são as vacinas mais baratas e as mais caras?

Os preços de todas as vacinas em território brasileiro ainda não estão completamente definidos. A vacina da AstraZeneca/Oxford tem o menor custo, a US$ 3,16 (cerca de R$ 16,75), por dose. Já a Coronavac está sendo negociada a US$ 10,30, ou R$ 55. No mercado internacional, os exemplares da Pfizer, aplicados na Inglaterra, custam em média US$20. A da americana Moderna varia de US$18 a US$37.

As vacinas possuem alguma desvantagem?

Os imunizantes Coronavac, Janssen e Covaxin ainda não apresentaram os resultados da fase 3 de testes, portanto ainda não tiveram a eficácia divulgada. Embora comprovadas, a da Moderna e a da Pfizer apresentam desafios logísticos para distribuição e aplicação por exigirem temperaturas muito baixas. A primeira, de 20 ºC negativos; a segunda, de 70 ºC negativos.

Quais vacinas estão previstas para o Ceará?

O Governo do Ceará fechou um acordo com a Fundação Butantan para o fornecimento de duas milhões de doses da Coronavac, com as primeiras remessas chegando a partir de janeiro de 2021. Segundo o acordo, há possibilidade de entrega de 1,22 milhão de doses até fevereiro, com maior volume a partir de maio.

Porém, ainda em dezembro, o governador Camilo Santana informou que o primeiro lote da vacina enviada ao Ceará deve ser da AstraZeneca. “A previsão é que no primeiro semestre o Ceará receba 1,7 milhão da AstraZeneca, depois de validada pela Anvisa, pelos órgãos competentes, que garantam a segurança da vacina”, afirmou. 

A maioria dos laboratórios anunciou duas doses da vacina. Essa necessidade de reforço num espaço curto de tempo é normal?

O biomédico e virologista Mário Oliveira explica que esse modelo não é tão comum, mas o indicado pelos laboratórios desenvolvedores após uma série de estudos e testes com diferentes doses.

O que pode ocorrer se a pessoa tomar uma dose de uma vacina e a segunda de outra?

Segundo Mário Oliveira, as vacinas são fabricadas de maneiras diferentes: de DNA, relacionadas a RNAvírus inativados ou vírus atenuado, por exemplo. Contudo, a interação pode desfavorecer a proteção. “Se eu tomar uma vacina de vírus atenuado e outra de DNA, não vai ocorrer imunidade. Você tem que tomar a mesma vacina no período exigido pela empresa para que ela funcione bem”, afirma.

O que pode ocorrer se você não tomar a segunda dose?

A imunidade completa é comprometida. “Você pode garantir proteção por um certo e curto período de tempo. Depois, temos que estimular de novo o sistema imune para que ele dê continuidade ao trabalho de debelar uma possível infecção. Se for só uma dose, vai conferir imunidade menor”, esclarece Mário Oliveira.

Fonte:Diario do Nordeste

Share:

Nenhum comentário:

Ouça a Rádio Quixabeira Ao vivo

Clique na Imagem e Ouça a Rádio Quixabeira

GOVERNO MUNICIPAL DE ASSARE

GOVERNO MUNICIPAL DE ASSARE
PREFEITO LIBÓRIO ASSINA PACTO PELO FORTALECIMENTO DAS POLÍTICAS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL DO CEARÁ

ASSISISTÊNCIA SOCIAL DE ASSARE

ASSISISTÊNCIA SOCIAL DE ASSARE
Prefeitura de Assaré realiza distribuição de 612 cestas básicas às famílias em situação de vulnerabilidade social

JÉSSICA LEITE

JÉSSICA LEITE
ADVOCACIA & ASSESSORIA

BURGER KING

LOJA BARATEIRA

LOJA BARATEIRA
ASSARÉ E ANTONINA DO NORTE

IVAN FILTROS

IVAN FILTROS
9-9944.3348 / 9-9211.5887

CANINANA

CANINANA
conferida no nosso novo CD!!

OS MELHORES PRODUTOS PARA SUA CONSTRUÇÃO

MOB TELECOM

MOB TELECOM
TURBINE SUA CONEXÃO

RC ÓTICA EM ASSARÉ E TARRAFAS

RC ÓTICA EM ASSARÉ E TARRAFAS
16 Anos com Responsabilida e Qualidade Cuidando dos Seus Olhos.

Redes Socias

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Players da Rádio Quixabeira FM

Curta nossa Página do Facebook

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DO SITE

Ouça no Rádios Net

Arquivo do blog