Auxílio emergencial começa a ser pago dia 6 de abril, confirma Bolsonaro

 Escrito por , 

Benefício será distribuído em quatro parcelas de R$ 250

Legenda: Presidente classificou o benefício como um "alento" para a população mais vulnerável no País.
Foto: Shutterstock

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (31), o pagamento do auxílio emergencial. O benefício, que começará a ser pago no dia 6 de abril, será distribuído em quatro parcelas de R$ 250. O ministro da Cidadania, João Roma, já havia antecipado a data.

De acordo com o titular da Pasta, há duas exceções em relação aos pagamentos: mulheres que sejam chefes de família, que receberão R$ 375, e famílias unipessoais (formadas por uma só pessoa), que receberão R$ 150. Ao todo, serão investidos R$ 44 bilhões

"É mais um endividamento da União. Isso não é dinheiro que estava no cofre. Isso pesa para todos nós", disse o presidente.

Conforme Roma, os depósitos serão realizados nas contas digitais, o que não implicará a abertura de novas contas. Os saques serão liberados posteriormente. Houve cruzamento de mais de 200 fontes de dados para identificação de beneficiários, ainda segundo o ministro.

Os beneficiários poderão verificar se foram aprovados ou não no site da Dataprev. Tais cadastros serão, inclusive, revisados mensalmente para que fraudes sejam excluídas.

COBRANÇAS DE BOLSONARO

Durante a coletiva, Bolsonaro afirmou que "o governo sabe que não pode continuar com muito tempo por estes auxílios" e, por isso, cobrou de prefeitos e governadores o fim de medidas restritivas.

"Queremos voltar à normalidade o mais rápido possível", frisou o presidente, que também tornou a falar em medo de "problemas sociais gravíssimos no Brasil". "Se a pobreza continuar avançando, não sei onde poderemos parar", ressaltou.

O presidente ainda lembrou críticas, mas justificou que os efeitos da pandemia não podem ser "mais danosos que o vírus". "Temos que enfrentar a realidade, não podemos fugir do que está aí".

DETALHES SOBRE O AUXÍLIO EMERGENCIAL

O benefício já tinha sido predisposto em decreto presidencial assinado na última sexta-feira (26). A expectativa é de que 45,6 milhões de famílias sejam atendidas com a nova rodada do auxílio.

Segundo o Planalto, do total liberado, R$ 23,4 bilhões serão destinados a 28,6 milhões de informais já inscritos nas plataformas da Caixa. Outros R$ 12,7 bilhões ficarão com 10,7 milhões de beneficiários do Bolsa Família. Por fim, R$ 6,5 bilhões serão pagos a 6,3 milhões de integrantes do cadastro único de programas sociais do governo.

calendário de pagamentos seguirá o modelo de 2020 e os repasses serão feitos independentemente de requisição. 

Share:

Nenhum comentário:

Ouça a Rádio Quixabeira Ao vivo

Clique na Imagem e Ouça a Rádio Quixabeira

GOVERNO MUNICIPAL DE ASSARE ASSINA CONVENIO COM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

GOVERNO MUNICIPAL DE ASSARE ASSINA CONVENIO COM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Prefeito Libório assina convênio de quase 5 milhões de reais com a caixa Econônmica Federal para asfaltar diversas ruas de Assaré.

ASSISISTÊNCIA SOCIAL DE ASSARE

ASSISISTÊNCIA SOCIAL DE ASSARE
Valorização da primeira infância

JÉSSICA LEITE

JÉSSICA LEITE
ADVOCACIA & ASSESSORIA

LOJA BARATEIRA

LOJA BARATEIRA
ASSARÉ E ANTONINA DO NORTE

CANINANA

CANINANA
conferida no nosso novo CD!!

OS MELHORES PRODUTOS PARA SUA CONSTRUÇÃO

MOB TELECOM

MOB TELECOM
TURBINE SUA CONEXÃO

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA
ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

RC ÓTICA EM ASSARÉ E TARRAFAS

RC ÓTICA EM ASSARÉ E TARRAFAS
16 Anos com Responsabilida e Qualidade Cuidando dos Seus Olhos.

Redes Socias

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Players da Rádio Quixabeira FM

Curta nossa Página do Facebook

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DO SITE

Ouça no Rádios Net

Arquivo do blog