Governador diz que irá a Brasília para negociar a compra de doses da vacina russa contra a Covid-19

Segundo Camilo Santana, a medida busca complementar o Plano Nacional de Imunização

Legenda: "Irei na 3a feira até o laboratório que representa a vacina russa Sputinik V, em Brasília, tratar da possível aquisição direta do produto, em complemento ao Plano Nacional de Imunização", disse Camilo Santana
Foto: José Wagner

 O governador Camilo Santana afirmou que irá à Brasília na próxima terça-feira (2) para negociar a compra de doses da vacina russa Sputinik V diretamente com o laboratório que produz o imunizante no Brasil. A agenda foi confirmada em uma publicação nas redes sociais. 

Segundo Camilo, a medida busca complementar o Plano Nacional de Imunização contra a covid-19.

"Irei na 3a feira até o laboratório que representa a vacina russa Sputinik V, em Brasília, tratar da possível aquisição direta do produto, em complemento ao Plano Nacional de Imunização. Irei buscar a vacina para os cearenses aonde tiver que ir. Só descansarei com todos vacinados", disse o governador.

Mapa da Covid-19 no Ceará

Veja números de casos, óbitos e vacinados

Casos confirmados
Óbitos
Vacinados

Share:

PREFEITURA DE ASSARÉ PAGA DENTRO DO MÊS TRABALHADO.

 PREFEITURA PAGA DENTRO DO MÊS TRABALHADO.

Mais uma vez, o Prefeito Libório mostra seu total compromisso e respeito a todos os funcionários públicos do município de Assaré e efetuará o pagamento da folha dentro mês. 

O pagamento da folha salarial referente ao mês de fevereiro, será realizado no dia 27 do referido mês, em suas respectivas contas. Pois, para a atual gestão é importante que os servidores recebam seus salários em dia e dentro do mês trabalhado, a fim de que, compreendam que os funcionários públicos sejam tratados com respeito e seriedade durante toda a Gestão do Prefeito Libório. 

Mesmo em face da crise financeira que se abate no País, a Prefeitura de Assaré garante que está ação se tornará prática habitual.

Em fala, o Prefeito explica o porque de tanto esforço para cumprir este compromisso “Queremos garantir a tranquilidade dos funcionários em se programarem para quitar seus débitos sem atrasos. O que significa também um estímulo para a economia local, ocasionando movimento para os comerciantes e prestadores de serviços.”

Transparência com a população:

- Folha de fevereiro da atual gestão no valor de R$ 1.511.074,90 de todos os fundos: geral, assistência social, educação e saúde.

-  Devido a falta de pagamento da gestão passada aos contratados e comissionados do fundo geral, assistência social e saúde, o Prefeito Libório pagou, R$220.460,60. 

- Valor total da folha atual de fevereiro juntamente com o restantes dos salários atrasados pela gestão anterior, disponível no dia 27, será de 

R$ 1.731.535,50.

Portanto, a atual gestão quitou a folha da gestão precedente e honrou com a folha atual. Diante de muito esforço e planejamento, Assaré avança para um novo tempo!

Share:

PREFEITO LIBÓRIO EM BRASÍLIA :INDICAÇÃO DE EMENDA FIRMADA!

 INDICAÇÃO DE EMENDA FIRMADA!


Hoje (24), em Brasília acaba de ser firmado pelo Deputado José Airton, a Indicação Parlamentar para a reforma do Hospital Nossa Senhora das Dores.

 Em documento, o Deputado José Airton confirma “Senhor prefeito, cumprimentando-o, dirijo-me a Vossa Excelência para firmar compromisso de indicar Emenda Parlamentar Individual, no valor de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) para reforma do Hospital Nossa Senhora das Dores” onde o mesmo reafirmou o compromisso em se colocar a disposição do município de Assaré.


Governo Municipal Assaré

Juntos por um futuro melhor!

Share:

Estado recomendará "medidas mais restritivas" em municípios com alta transmissão da Covid-19

 

Conforme o secretário estadual da Saúde, Dr. Cabeto, cidades como Sobral e Caucaia receberão novas orientações ainda nesta quarta-feira (24)

Legenda: Secretário da Saúde afirmou que pasta deve emitir ainda nesta quarta (24) recomendações às cidades cearenses
Foto: José Leomar

Além das atuais regras sanitárias para conter o avanço da Covid-19, municípios cearenses com nível crítico de transmissão do novo coronavírus precisarão adotar "medidas mais restritivas". O titular da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), Dr. Cabeto, informou que a Pasta irá encaminhar, ainda nesta quarta-feira (24), uma recomendação às gestões municipais.

"Hoje nós devemos soltar uma recomendação aos municípios baseado no índice de criticidade. Aqueles que forem nível de alerta mais alto, vamos recomendar, além do estoque de medicamentos, como a própria Secretaria fez, medidas mais restritivas para proteger a população", disse, em entrevista ao Sistema Verdes Mares (SVM). 

Entre as cidades que devem receber a orientação, estão Sobral, Santa Quitéria, Iguatu, Crateús, Quixadá e Quixeramobim, no Interior. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), Caucaia, Maracanaú e Pacajus também estão inclusas na lista.  

O secretário explicou que os municípios atingem o "nível de alerta máximo" da doença pandêmica quando a incidência de casos aumenta diariamente, assim como o risco ou número de óbitos por 100 mil habitantes e a taxa de ocupação de leitos chega ao patamar crítico

Cenário

Ainda segundo Dr. Cabeto, o atual contexto epidemiológico, que reúne o somatório de casos, óbitos e internações hospitalares, requer engajamento das autoridades para a elaboração de novas estratégias de contenção, e também da população para o cumprimento das normas. 

“Nesse momento, diferente do início, nós temos disseminação da transmissão viral ao mesmo tempo para Fortaleza e para vários municípios cearenses. Isso também chama a atenção para a necessidade planejamento mais adequado e da colaboração de todos os cearenses”, ponderou. 

Do ponto de vista estrutural, os leitos de UTI para o acolhimento de pacientes com demanda ambulatorial estão sendo ampliados. Até a próxima segunda-feira (1º), a rede de saúde pública chegará a 801 acomodações exclusivas para Covid-19. Na primeira quinzena de março, a estimativa do secretário é contar com cerca de 1.070 leitos.

“Isso quer dizer que o número de contaminados e o número de pessoas que agravam o quadro está aumentando de forma exponencial. Isso é uma grande preocupação, porque embora estejamos respondendo às necessidades, enxergamos um risco de, em algum momento, não conseguir atender da forma adequada”, teme Dr. Cabeto. 
Share:

Ceará receberá mais 129.700 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta semana

 Escrito por , 

Do total repassado, 80.500 serão do imunizante de Oxford/AstraZeneca e 49.200 da CoronaVac

Legenda: Idosos e profissionais de saúde continuarão sendo público-alvo da campanha de vacinação
Foto: Camila Lima

O Ceará receberá nesta semana mais 129.700 doses de vacinas contra a Covid-19. Serão 80.500 doses do imunizante de Oxford/AstraZeneca e outras 49.200 da CoronaVac/Butantan. A informação foi repassada pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) na manhã desta quarta-feira (24). 

"Devem chegar no mais tardar até sexta-feira (26). Estamos esperando a confirmação da data e da hora do envio para que as prefeituras que são responsáveis pela execução da vacinação possam aplicar essa vacina em tempo hábil", citou Dr. Cabeto, titular da Pasta. 

Todo o volume do imunobiológico de Oxford/AstraZeneca e 50% da CoronaVac serão usados para aplicação da primeira dose do público-alvo. Os demais 50% ficarão guardados para segunda dose.

Profissionais de saúde e idosos acima de 75 anos continuarão a ser imunizados com os lotes previstos para o Ceará. 

Conclusão da primeira fase

Em Fortaleza, 40 mil pessoas do grupo prioritário, sendo 20 mil idosos e outros 20 mil trabalhadores na linha de frente da Covid-19, aguardam pela vacina. Com as novas doses, Dr. Cabeto admite "ter a impressão de que toda a primeira fase [do Plano de Vacinação] vai ser completada".

Após a finalização desta etapa e a chegada de mais vacinas, o Estado dará início à imunização de pessoas entre 60 e 75 anos, mas a data para execução do cronograma ainda é incerta. 

Até essa terça-feira (23), a Pasta calcula ter aplicado 318.726 doses no Ceará, sendo 264.251 na primeira dose (94,1% do quantitativo de doses distribuídas foram aplicadas) e 54.475 receberam a segunda dose.

Em publicação nas redes sociais, nesta quarta-feira (24), o governador Camilo Santana citou a quantidade de doses ofertadas ao Ceará, e voltou a reforçar a importância da continuidade da vacinação. "A forma mais eficaz de conter a multiplicação desses casos", considera. 

Lotes já entregues

A primeira remessa de vacinas entregue ao Ceará, com 218 mil doses de CoronaVac, chegou no dia 18 de janeiro em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

No dia 23 de janeiro, o segundo lote desembarcou com 72.500 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, após a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) concluir a análise de segurança do imunizante. 

O terceiro carregamento foi enviado no dia 25 de janeiro, com 33.200 doses da CoronaVac

Já no último dia 6 de fevereiro, outras 115 mil doses da CoronaVac chegaram ao Estado.

















































































































































































































Share:

Parlamentares Uso da máquina, marketing pessoal e corrupção: quatro deputados do Ceará têm risco de perder mandato

 Parlamentares

Uso da máquina, marketing pessoal e corrupção: quatro deputados do Ceará têm risco de perder mandato

Genecias Noronha, Pedro Bezerra, Aderlânia Noronha e Aníbal Gomes (Câmara dos Deputados, Assembleia Legislativa e José Leomar)
Em 23/02/2021 às 09:30
Quatro parlamentares cearenses correm o risco de perder o mandato para o qual foram eleitos em 2018. São os casos dos deputados federais Genecias Noronha (Solidariedade); Pedro Bezerra (PTB); e Aníbal Gomes (Suplente/DEM); e da deputada estadual Aderlânia Noronha (Solidariedade).

O cenário voltou ao destaque nesta segunda-feira (22), com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) de manter a cassação do diploma de Pedro Bezerra.

Tanto ele como Genecias e Aderlânia tiveram os diplomas cassados por ilícitos eleitorais. Aníbal foi condenado por corrupção. Todos estão inelegíveis, mas continuam mantendo as rotinas na Câmara dos Deputados ou na Assembleia Legislativa do Ceará. Sem o trânsito em julgado, eles seguem aptos para legislar.

Com recursos questionando as decisões, as punições estabelecidas ainda não podem ser aplicadas a eles – tendo em vista que as sentenças podem ser revistas.

Uso da máquina em Juazeiro

O caso de Pedro Bezerra é o mais recente dentre os quatro. O parlamentar havia apresentado embargos de declaração contra a decisão da Corte, proferida em 2020. Agora, ele deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para reverter a sentença da segunda instância. Como não se esgotaram os recursos, Bezerra segue no mandato.

"Vou continuar insistindo na minha inocência. O mandato permanece, e nós vamos recorrer", ressaltou Bezerra.

O deputado da região do Cariri é acusado de se beneficiar do uso da máquina pública de Juazeiro do Norte, durante campanha para deputado federal, entre 2017 e 2018, anos em que seu pai, Arnon Bezerra (PTB), estava como prefeito do município.

Conforme os autos do processo, Pedro teria utilizado bens públicos para promover reuniões político-partidárias, além de ter sido favorecido pelo uso de servidores públicos em sua campanha eleitoral, convocados pela então secretária de Educação da cidade, Maria Loureto de Lima. No processo, a defesa do deputado alega inexistência de indicativos mínimos e concretos de culpabilidade, tendo em vista que os atos foram praticados por terceiros.

Marketing pessoal em Parambu

Já os deputados Genecias Noronha e Aderlânia Noronha são acusados de abuso de poder político nas Eleições de 2018 no mesmo processo, que já tramita no Tribunal Superior Eleitoral. Os autos foram remetidos à Corte Superior em meados do ano passado, após apresentação de recurso questionando a decisão do TRE-CE.

De lá para cá, houve apenas movimentação de despachos e juntada de petição, sendo a última no dia 22 de dezembro de 2020. Ou seja, não houve sequer apresentação do parecer do relator do caso, ministro Alexandre de Moraes.

A assessoria de Genecias disse que os dois estão aguardando a análise do recurso pelo Tribunal Superior e que a demora do sistema judiciário é inerente ao caso deles.

O casal também é acusado de se beneficiar da máquina pública de Parambu com um "explícito sistema de marketing pessoal" nas páginas oficiais da Prefeitura durante o período de pré-campanha das eleições de 2018 - pleito em que os dois foram eleitos.

Na decisão, o então prefeito da cidade Raimundo Noronha Filho, irmão de Genecias, bem como o então vice, Luiz Noronha Júnior, foram considerados inelegíveis. No entanto, também recorrem da decisão.

No dia 17 de fevereiro, Genecias foi eleito novo coordenador da bancada cearense no Congresso Nacional.

Cearense na Lava Jato

Diferente dos demais casos, a situação do suplente de deputado federal em exercício Aníbal Gomes não envolve ilícitos eleitorais, e sim acusação de crimes no âmbito da Operação Lava Jato.

Por 3 votos a 2, ele foi condenado em junho de 2020 pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) à pena de 13 anos, 1 mês e 10 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em esquema de desvio de dinheiro na Petrobras em 2006. O engenheiro Luís Carlos Batista Sá também foi condenado na mesma ação de Aníbal.

Procurado, Aníbal ressaltou que está aguardando a Segunda Turma colocar em pauta o julgamento de seus embargos de declaração, que buscam modificar a decisão. "Eu estou louco para que eles coloquem isso em pauta", disse, alegando inocência.

Pela Lei da Ficha Limpa, os dois estariam inelegíveis por oito anos. Além disso, na própria sentença, a Segunda Turma determinou interdição de Aníbal e Luís Carlos para o exercício de cargo ou função pública de qualquer natureza pelo dobro do tempo da pena de prisão aplicada a eles.Ou seja, no caso de Aníbal, seria por 26 anos, 2 meses e 20 dias.

No entanto, nenhum das sanções foi aplicada porque Aníbal recorreu da decisão no próprio colegiado.

Em setembro de 2020, ele entrou com agravos regimentais, que foram considerados prejudicados pela Segunda Turma. A última movimentação no processo ocorreu no dia 13 de janeiro deste ano, com uma juntada de petição. Caso o colegiado rejeite os recursos e mantenha a decisão, Aníbal ainda poderá recorrer ao plenário da Corte.

Fonte: Diário do Nordeste
Share:

Imunizantes Novo lote de vacinas contra a Covid-19 deve chegar ao Ceará até o fim de semana

 Imunizantes

Novo lote de vacinas contra a Covid-19 deve chegar ao Ceará até o fim de semana

Um carregamento com dois milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca deve chegar ao Brasil na terça-feira (23) (Justin Tallis/AFP)
Em 22/02/2021 
Mais um carregamento de vacinas contra a Covid-19 deve chegar ao Ceará até o fim desta semana, segundo Magda Almeida, secretária-executiva de Vigilância e Regulação do Governo do Ceará. A previsão segue o cronograma do Ministério da Saúde enviado aos estados.

Após a chegada do lote ao Ceará, a previsão é entregar as vacinas às cidades em até 48h. A logística utilizada para distribuição aos municípios deve ser a mesma adotada nas primeiras remessas, conforme Magda. Para o transporte, foram traçadas seis rotas de distribuição aérea e duas terrestres.

Conforme a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), um carregamento com dois milhões de doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford deve chegar ao Brasil na terça-feira (23).

O lote vem já pronto da Índia ao País, a partir de contrato do Governo Federal com o Instituto Serum, que prevê a compra de 10 milhões de doses. Dessa forma, devem chegar mais oito milhões de doses nos próximos dois meses, sem data definida.

No cronograma de vacinação, o Ceará tem a meta de vacinar, neste primeiro momento:

-  254,2 mil profissionais da saúde;
-  3,4 mil idosos institucionalizados;
-  20 mil indígenas;
-  341,8 mil idosos acima de 75 anos.

Conforme Magda, já foi concluída a vacinação de indígenas e idosos abrigados em Instituições de Longa Permanência. As novas doses devem ser destinadas aos profissionais de saúde e idosos acima de 75 anos.

Até sexta-feira (19), 259.525 cearenses foram vacinados contra a doença. E 44.900 pessoas já receberam as duas doses. O Estado já recebeu 449.900 doses de vacinas contra a Covid-19, segundo a Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa).

Em 23 de janeiro, o Ceará recebeu o primeiro lote da vacina de Oxford/AstraZeneca. O Estado também recebeu lotes do imunizante CoronaVac, produzido pela empresa Sinovac em parceria com o Instituto Butatan.

Vacinação no Ceará

O Ceará iniciou a vacinação contra a Covid-19 em 18 de janeiro. A quantidade de vacinados até o momento equivale a cerca de 40% da meta dos prioritários.

De acordo com o monitoramento da campanha de vacinação no Estado, até sexta-feira (19), pelo menos 72 municípios concluíram a aplicação da primeira dose. Quaro municípios já concluíram a vacinação da segunda dose.

Capital

Fortaleza deve concluir a aplicação da primeira dose nesta segunda-feira (22), com o fim do estoque, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Na Capital, 114.762 pessoas receberam a primeira dose da vacina, entre profissionais de saúde, idosos abrigados e idosos acima de 75 anos.

A campanha da segunda dose da vacina Coronavac foi iniciada em 13 de fevereiro e deve seguir até a imunização completa de quem já foi vacinado. Até esta segunda-feira (22), 29.514 pessoas já receberam as duas doses do imunizante.

A campanha de segunda dose da vacina de Oxford ainda não foi iniciada, pois o intervalo entre doses previsto pelo Ministério da Saúde é de 90 dias.

Fonte: Diário do Nordeste
Share:

Vacina da Pfizer contra a Covid-19 tem registro definitivo concedido pela Anvisa

 Escrito por , 

A liberação ocorreu na manhã desta terça-feira (23)

Legenda: Vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer/BioNTech tem registro definitivo liberado pela Anvisa
Foto: Jonathan NACKSTRAND / AFP

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica Pfizer em parceria com a BioNTech teve o registro definitivo para uso no Brasil concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A liberação do imunizante BNT162b ocorreu na manhã desta terça-feira (23).

A farmacêutica Pfizer entrou com o pedido na agência em 6 de fevereiro. O registro concedido pela Anvisa autoriza a vacina a ser comercializadadistribuída aplicada.

Essa é a primeira vacina contra a doença com registro definitivo no País. Em 17 de janeiro, a Anvisa aprovou o uso emergencial de dois imunizantes, a CoronaVac e o produzido pela Universidade de Oxford/AstraZeneca.

Imunizante tem mais de 90% de eficácia 

Os testes de fase três indicaram que a vacina tem eficácia de 90%. Segundo a Pfizer, a vacina previne as formas mais leves e graves da Covid-19. A droga também manteve praticamente a mesma taxa de eficácia para idosos, chegando a 94%.

O imunizante também se mostrou capaz de neutralizar as variantes do coronavírus Sars-CoV-2 que apareceram no Reino Unido e na África do Sul, de acordo com pesquisa publicada na revista Nature Medicine em fevereiro.

Dois estudos divulgados nesta semana indicam que a vacina já tem eficácia após a aplicação da primeira dose e pode ser mantida em geladeiras (2 a 8 graus) por até cinco dias, ou ainda em congeladores (-25 a -15 graus) por duas semanas.

A possível necessidade de conservá-la em ultracongeladores em temperaturas muito baixas (-80 a -60 graus), anunciada pela agência com os primeiros resultados de eficácia, foi apontada como uma barreira para distribuir a vacina já pronta.

As empresas também realizam um estudo internacional com 4 mil voluntárias para avaliar a segurança e a eficácia da vacina em mulheres grávidas saudáveis. 

Compra por empresa privadas

Com o registro definitivo, laboratórios particulares também podem adquirir o imunizante. 

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que deve ser analisado um projeto para definir regras de aquisição por parte de Estados, municípios e empresas privadas. 

O projeto deve autorizar União e também estados e municípios a assumirem os riscos da compra das vacinas da Pfizer e da Janssen - cujas cláusulas são atualmente tidas pelo Governo Federal como entrave para a compra das imunizações.

No Brasil

Brasil não tem contrato firmado para a compra do imunizante. Em dezembro, o Ministério da Saúde anunciou que negociava a compra de 70 milhões de doses. Mas nenhum concluído foi anunciado. 

No domingo (21), o Ministério da Saúde divulgou um posicionamento em que afirmava ter pedido uma orientação do Palácio do Planalto sobre como proceder para solucionar o impasse na compra das vacinas. No texto, o ministério diz que mantém interesse na compra das vacinas, mas atribui a falta de avanço nas negociações à "falta de flexibilidade" das empresas.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, tem feito críticas nos últimos meses às condições apresentadas pela Pfizer.  A empresa exige, por exemplo, imunidade em relação a potenciais efeitos adversos da vacina e só aceita ser processado em tribunal nos Estados Unidos.

Em nota divulgada nesta segunda (22), a Pfizer rebate as críticas e diz que, até o momento, 69 países já assinaram contrato com condições semelhantes às apresentadas ao Brasil.

A vacina já é aplicada, desde dezembro, no Reino UnidoEstados UnidosIsarel e União Europeia. Nesses países, o imunizante recebeu registro para uso emergencial. 

Em comunicado oficial, a Anvisa ressaltou que é a primeira agência a conceder o registro definitivo e que os sete pontos  de fabricação do imunizante foram certificados.

"O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro. Esperamos que outras vacinas estejam em breve, sendo avaliadas e aprovadas. Esse é o nosso compromisso." afirmou o Diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres. 

Fonte:Diario do Nordeste

Share:

Ouça a Rádio Quixabeira Ao vivo

Clique na Imagem e Ouça a Rádio Quixabeira

GOVERNO MUNICIPAL DE ASSARE ASSINA CONVENIO COM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

GOVERNO MUNICIPAL DE ASSARE ASSINA CONVENIO COM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Prefeito Libório assina convênio de quase 5 milhões de reais com a caixa Econônmica Federal para asfaltar diversas ruas de Assaré.

ASSISISTÊNCIA SOCIAL DE ASSARE

ASSISISTÊNCIA SOCIAL DE ASSARE
Valorização da primeira infância

JÉSSICA LEITE

JÉSSICA LEITE
ADVOCACIA & ASSESSORIA

LOJA BARATEIRA

LOJA BARATEIRA
ASSARÉ E ANTONINA DO NORTE

CANINANA

CANINANA
conferida no nosso novo CD!!

OS MELHORES PRODUTOS PARA SUA CONSTRUÇÃO

MOB TELECOM

MOB TELECOM
TURBINE SUA CONEXÃO

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA
ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

RC ÓTICA EM ASSARÉ E TARRAFAS

RC ÓTICA EM ASSARÉ E TARRAFAS
16 Anos com Responsabilida e Qualidade Cuidando dos Seus Olhos.

Redes Socias

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Players da Rádio Quixabeira FM

Curta nossa Página do Facebook

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DO SITE

Ouça no Rádios Net

Arquivo do blog