Reações de partidos contra André Fernandes se intensificam na AL

O MPCE diz que a denúncia apresentada ainda não tem provas suficientes para sustentar a abertura de investigação

O deputado disse que aguarda novos elementos da denúncia contra o colega parlamentarFoto: José Leomar
No centro das polêmicas na Assembleia Legislativa após denunciar o deputado Nezinho Farias (PDT) por envolvimento com facção criminosa, o deputado André Fernandes (PSL) adota postura defensiva e tenta contornar os efeitos negativos no Parlamento. Diferentes partidos, no entanto, intensificam representações contra Fernandes no Conselho de Ética da Casa. Enquanto isso, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) sustenta ainda não ter provas suficientes para abrir uma investigação.
André Fernandes convocou uma entrevista, nesta segunda-feira (24), para falar sobre a denúncia que começou a vir a público no último dia 12, quando acusou, durante discurso, parlamentares, sem citar nomes, de envolvimento com o crime organizado. No dia 14, protocolou denúncia no MPCE, apontando que o colega Nezinho teria ligação com a facção Primeiro Comando da Capital (PCC).
De acordo com a denúncia, projeto de lei apresentado pelo pedetista para regulamentar jogos eletrônicos serviria para "lavagem de dinheiro" da facção por meio do "jogo do bicho". O deputado nega as acusações e defende que a proposta pretende legalizar o game como esporte.
À imprensa, André Fernandes tentou afastar a ideia de que estava fazendo as acusações, frisando que apenas encaminhou uma denúncia ao MPCE. "Não acusei, não denunciei e não estou aqui para caçar briga, estou aqui para fazer o meu papel. O erro não esteve em mim. Se eu vejo que um eleitor meu chega no meu gabinete e me entrega uma denúncia, seja lá o que for, o mínimo que posso fazer é encaminhar ao órgão competente para que se apure os fatos".
O deputado do PSL é alvo de críticas entre os pares por ter "generalizado" as suspeitas sobre envolvimento de parlamentares com facções, em um primeiro momento, e por ter apontado indícios frágeis para embasar a denúncia. Questionam, ainda, o fato de Fernandes ter votado a favor do projeto de lei de Nezinho na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.
André Fernandes justificou que votou a favor da proposta na CCJ porque o colegiado analisa apenas a constitucionalidade das matérias. Sem revelar a fonte, sustentou que o denunciante disse para ele que havia "obscuridade" no texto.
Fragilidade
Segundo ele, o denunciante prometeu entregar mais elementos para a denúncia, como fotos e vídeos, mas, até agora, não recebeu nada. "O que chegar a gente encaminha, não tenho rabo preso com nenhum deputado. O que fiz foi em cima do Código de Ética, do Regimento".
Por outro lado, Fernandes reclamou do MPCE pelo suposto vazamento da denúncia. O procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, disse que o deputado se equivocou e que não viu motivos para manter a denúncia em segredo. Questionado sobre o teor da denúncia, o chefe do MPCE disse que é "gravíssima", mas frisou que ainda não há provas para abertura de uma investigação, apenas "ilações".
"As provas que vêm a corroborar a denúncia foram colhidas de outros meios de comunicação. Foi uma interpretação feita pelo deputado, que eu respeito, porém, não nos dão a condição mínima para proceder uma investigação".
Plácido Rios disse que convidou Fernandes para prestar depoimento e apresentar novos elementos à denúncia, mas não informou a data. Enquanto isso, o deputado do PSL já é alvo de duas representações no Conselho de Ética da Assembleia por quebra de decoro parlamentar, sendo uma do PSDB e outra do PDT.
A última foi protocolada ontem pela sigla pedetista. No documento assinado pelo presidente estadual do partido, André Figueiredo, a executiva sustenta que a conduta de Fernandes é "absolutamente grave" e ressalta que o projeto de lei de Nezinho Farias "em nada se relaciona" com "jogos de azar ou de apostas".


Share:

Nenhum comentário:

Ouça a Rádio Quixabeira Ao vivo

Clique na Imagem e Ouça a Rádio Quixabeira

OS MELHORES PRODUTOS PARA SUA CONSTRUÇÃO

MOB TELECOM

MOB TELECOM
TURBINE SUA CONEXÃO

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA
ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

LEVE PARA SEU EVENTO

LEVE PARA SEU EVENTO
CONTATOS PARA SHOWS:(81) 9.9929-8456 / (88) 9.9925-3344

RC ÓTICA

RC ÓTICA
16 Anos com Responsabilida e Qualidade Cuidando dos Seus Olhos.

EMPÓRIO DO AÇAÍ

EMPÓRIO DO AÇAÍ
PRODUTOS NATURAIS

APP MINHA MOB

ÓTICA SAN VALLENTIN

ÓTICA SAN VALLENTIN
Aqui você enxerga a diferença

Redes Socias

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Players da Rádio Quixabeira FM

Curta nossa Página do Facebook

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DO SITE

Ouça no Rádios Net