Queiroz movimentou R$7 milhões em três anos, diz jornal ~ Quixabeira do Assaré

Queiroz movimentou R$7 milhões em três anos, diz jornal

          20 de Janeiro de 2019

      O Coaf já havia divulgado movimentação de R$1,2 milhão em 12 meses. Queiroz é ex-         assessor de Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL)


              A investigação do Ministério Público contra Queiroz foi suspensa a pedido do senador eleito                 Reprodução/Facebook
Pelo menos R$7 milhões em três anos. De acordo com o o jornal O Globo, esse é o volume de movimentação financeira identificada pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) feitas por Fabrício Queiroz, ex-assessor do hoje senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) quando este esteve na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL).
Já havia vindo a público que, entre janeiro de 2016 e de 2017, Queiroz havia movimentado cerca de R$1,2 milhão em sua conta pessoal, transações que seriam "incompatíveis com o patrimômio, a atividade econômica ou ocupação profissional" do ex-assessor. Essa movimentação incluiria 176 saques em espécie, sendo mais de R$18 mil em apenas um dia. Oito funcionários ou ex-funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj teriam feito transferências para Queiroz, incluindo sua esposa e duas filhas.
Em entrevista ao jornal SBT Brasil, Queiroz alegou que parte dessa movimentação seria fruto de compra e venda de veículos. Ele negou ser um laranja de Flávio Bolsonaro. Em dezembro, o senador eleito chegou a dizer que o ex-assessor havia apresentado-lhe uma história "bastante plausível" sobre as transferências que haviam vindo a público.
Na última quarta-feira (16), o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que atua como presidente da corte durante o recesso do Judiciário, suspendeu investigação contra Queiroz conduzida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPERJ) a pedido de Flávio Bolsonaro, questionando a competência da instituição em investigá-lo, já que havia sido eleito senador. O relator do processo, Marco Aurélio Mello, entretanto, indicou que deve manter a investigação com o Rio de Janeiro. “O Supremo não pode variar, dando uma no cravo outro na ferradura. Processo não tem capa, tem conteúdo. Tenho negado seguimento a reclamações assim, remetendo ao lixo”, disse ao G1.

Fonte:Diário do Nordeste
Share:

Nenhum comentário:


OS MELHORES PRODUTOS PARA SUA CONSTRUÇÃO

MOB TELECOM

MOB TELECOM
TURBINE SUA CONEXÃO

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA
ARATCAEJO PAGUE MENOS BARBALHA

LEVE PARA SEU EVENTO

LEVE PARA SEU EVENTO
CONTATOS PARA SHOWS:(81) 9.9929-8456 / (88) 9.9925-3344

RC ÓTICA

RC ÓTICA
16 Anos com Responsabilida e Qualidade Cuidando dos Seus Olhos.

EMPÓRIO DO AÇAÍ

EMPÓRIO DO AÇAÍ
PRODUTOS NATURAIS

APP MINHA MOB

ÓTICA SAN VALLENTIN

ÓTICA SAN VALLENTIN
Aqui você enxerga a diferença

Redes Socias

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Players da Rádio Quixabeira FM

Curta nossa Página do Facebook

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DO SITE

Ouça no Rádios Net