MESTRES DA CULTURA ASSAREENSE :Danças Afrodescendentes / Indígenas ~ Quixabeira do Assaré

MESTRES DA CULTURA ASSAREENSE :Danças Afrodescendentes / Indígenas



MESTRE: José Inácio da Silva
Nome Artístico: Zezé Menino
Ofício: Maneiro Pau

BIOGRAFIA DO MESTRE.

José Inácio da Silva, conhecido como Zezé Menino, Nasceu na cidade de Assaré em 14/03/1932, Agricultor, casou em 26/11/1958 com Ana Viana da Silva (Nair), Que Tiveram 04 filhos.

Começou a praticar maneiro pau aos 30 anos de idade em Assaré, observando um grupo que existia naquela época que tinha 16 componentes, que era o grupo "Piquiá", composto por: Zé Gabriel, Pedro Daniel, Carlos Daniel e outros.

Quando foi em 1986 se apresentou pela a primeira vez na Praça do Ferreira em Fortaleza. O grupo que se apresentou era Píula, Chico Queijo, Zezé Menino, Elizeu e outros.
No grupo sempre é utilizado um apito pra iniciar e terminar a dança nas suas apresentações, a madeira utilizada pra fazer o pau é o pau ferro, que é retirado na nossa vegetação nativa e depois mandam da um acabamento na serraria. O maneiro pau é uma dança entre o grupo, que dura no máximo 15 minutos, porque é muito cansativo.

O grupo passou por muitas dificuldades, que chegou ao ponto de quase acabar. Zezé Menino falou que se não fosse Toinha de Joel que deu apoio e incentivo muito teriam desistido do grupo, ela hoje é coordenadora voluntária do maneiro pau de Assaré.

Quando foi em 2005, seu Zezé Menino foi homenageado mestre da cultura do maneiro pau de Assaré. Nos dias de hoje seu Zezé Menino mora em Assaré, residindo na Rua Maria Delfina, Nº 55,Centro e se encontra praticando o maneiro pau em todos os eventos que o grupo é convidado.







MESTRE: Josefa Merandolina de Oliveira
Nome Artístico: Dona Zefa 
Ofício: Dança do Coco.




BIOGRAFIA DA MESTRA.

Josefa Merandolina de Oliveira nasceu em iço no Ceará em 20 de janeiro de 1936, filha de José Francisco de Oliveira e Maria Merandolina de Oliveira, solteira e teve 02 filhos. Dona Zefa veio de Icó para o Assaré quando tinha 08 anos de idade, onde morou na coruja.

Aos 10 anos de idade aprendeu a dança do coco com a família dos Beliscos, e Ciana que foi quem ensinou a todo o grupo e morava na Batateira Distrito do Crato. Apresentavam-se em festas a convites para o grupo. Na época ela entrou no grupo que já tinha formado e ficou participando, e fez drama na Casa dos Moreira, que era sucesso na época. Depois com 19 anos de idade, onde foi morar em Recife e fez teatro na casa de espetáculo Marrocos e depois foi para São Paulo que trabalhou em pensão e hotel, onde frequentavam muitos cantores populares como Luis Gonzaga e outros. Nesse período passou 37 anos fora do Assaré.

Quando foi em 2000, retornou para o Assaré e resgatou a dança do coco que estava em decadência. Começou a chamar o grupo e os componentes que eram 07 pessoas para dançarem nos eventos. Foram chamados para dançarem em Altaneira, Nova Olinda e outras localidades. A dança do coco é uma dança muito alegre, eles cantam, dançam, rodam e ficam trocando de pares de acordo com a música cantada pela a mestra do grupo, as roupas são diferenciadas, e a mestra utiliza uma toda vermelha e os outros podem ser de quaisquer cores.

Ela foi reconhecida Mestra Dança do Coco em 03 de Março de 2007, que foi sua maior alegria. Nos dias de hoje Dona Zefa é aposentada e continua dançando e fazendo o que gosta e continua residindo em Assaré-CE, na Avenida perimetral Nº 38, Pedra de Fogo onde mora com seu filho Júnior.

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ótica San Vallentim

Ótica San Vallentim

Ótica San Vallentim
Mes de outubro com 50% na armação

RC CAFETERIA

RC CAFETERIA

RC FLORES

RC FLORES

RC ÓTICA

RC ÓTICA

Caninana - Então Leva Eu (Clipe Oficial)

Redes Socias

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram email Email

Players da Rádio Quixabeira FM

Escreva-se no nosso Site

Curta nossa Página do Facebook

As Mais Lidas do Site

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DO SITE

Ouça no Rádios Net